Núcleo Ortodôntico

Tratamento

TRATAMENTO ORTODÔNTICO

O que é Ortodontia?

Ortodontia e Ortopedia Facial são ciências que tratam dos desvios e anomalias que envolvem os dentes e a face, proporcionando melhor aparência, maior conforto e saúde bucal, e ,até um bem estar psicológico através do aumento da auto-estima.

Por que procurar um tratamento ortodôntico?

Estética e Saúde Bucal: A aparência de seu sorriso tem um papel importante no desenvolvimento de sua auto-estima. Com seus dentes desalinhados, fica difícil escová-los e com o tempo podem aparecer cáries, tártaro e mau-hálito, prejudicando sua aparência e o seu relacionamento com outras pessoas, além do que, desarmonia entre os dentes e maxilares podem causar incômodo para mastigar, dificuldades para respirar e prováveis dores de cabeça.

Documentação Ortodôntica

Para a avaliação diagnóstica do problema ortodôntico de cada paciente, uma série de exames são solicitados, desde a documentação básica padrão, até exames mais sofisticados como tomografia computadorizada, ressonância magnética, densitometria óssea, entre outros, de acordo com os desvios ou anomalias dento faciais.

A documentação ortodôntica poderá ser composta por:

  • Modelos em gesso
  • Fotografias faciais, corporais e dos dentes
  • Telerradiografia em norma lateral e frontal
  • Radiografia Panorâmica, individual de cada dente e oclusal
  • Radiografia de ATM e de Mão e Punho
  • Traçados cefalométricos
  • Estudo da possibilidade de erupção dos terceiros molares
  • Estudo da presença de adenóides

Dicas

  • Os exames pré-natais são os primeiros passos para uma gestação saudável para a mãe e o bebê, até o parto.

  • A amamentação no peito é fundamental para o desenvolvimento da respiração nasal e das funções da boca que são basicamente mastigação, deglutição (engolir) e fala, além do envolvimento emocional que o contato direto com o corpo da mãe oferece.

  • Após cada mamada, ou se não for possível, pelo menos uma vez ao dia, faça uma limpeza da boca com uma gaze ou hastes flexíveis com ponta de algodão, removendo resíduos de leite que poderão favorecer o desenvolvimento de microorganismos nocivos ao organismo humano. Faça a limpeza das gengivas, bochechas, parte interna dos lábios e da língua.

  • Quando surgirem os primeiros dentinhos de leite, faça a limpeza com uma escova de dentes muito macia, que é própria para bebês, pode usar pasta, porém, até a chegada do primeiro dente permanente, mais ou menos aos seis anos de idade, é aconselhável ainda, que se use pasta dentifrícia e de preferência sem flúor.

  • É aconselhável uma alimentação saudável composta por proteínas, carboidratos, vitaminas, sais minerais e fibras, fazendo uma composição colorida, de preferência sem sal e sem açúcar, pois isso é naturalmente parte integrante dos alimentos.

  • No início, a comida deve ser amassada com o garfo, passando para pedaços um pouco maiores, até chegar aos alimentos em pedaços grandes, numa alimentação normal.

  • É recomendável que a mastigação seja feita dos dois lados da boca, mesmo sem ter todos os dentes presentes, para que haja o desenvolvimento simétrico da face.

  • Na presença dos dentes de leite ou permanentes, é recomendada a mastigação de alimentos duros, fibrosos e secos, pois isso estimulará a formação ideal das arcadas dentárias, da mordida, da saúde da boca e geral do corpo como um todo.

  • Não se esqueça de escovar os dentes após cada refeição e passar o fio dental.

  • Seguindo estes conselhos você estará reduzindo enormemente a possibilidade de quaisquer problemas de saúde do seu filho.

  • Procure a orientação de um dentista pelo menos uma vez ao ano, independentemente da idade, criança ou adulto, para que se necessário, haja uma intervenção ou prevenção, e que os resultados do tratamento sejam os mais promissores possíveis.